boo-box

terça-feira, 21 de junho de 2011

Fabíola Molina Pega no Anti Doping

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) anunciou nesta terça-feira 21/06/11 a suspensão preventiva da principal nadadora do País, Fabíola Molina, que testou positivo para a substância dopante metilhexanamina na Tentativa Mundial, competição realizada em abril para tomada de índices visando o Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai.

Reunido na última segunda-feira,20/06/11,  o Painel de Controle de Doping da CBDA considerou que a atleta não teve a intenção de ganhar performance.
 
 Mesmo assim ela ficará suspensa preventivamente por 2 meses, a contar de 8 de maio.
O caso foi encaminhado para a Fina (Federação Internacional de Natação).
 

A decisão, porém, também retira de Fabíola todos os resultados que ela conquistou a partir de 22 de abril e isso inclui a perda do índice para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

A atleta de 35 anos também foi excluída da delegação brasileira que vai disputar o Mundial de Xangai.
 Ela estava classificada para nadar os 100 m costas e o 4 x 100 medley.
A CBDA não anunciou se convocará outra atleta para abrir o revezamento no Mundial ou se excluirá a equipe brasileira da prova.
De acordo com a CBDA, a análise do teste de Molina foi feita pelo Laboratório Institut Armand Frappier, no Canadá, credenciado pela Agência Mundial Antidoping, e acusou positivo para metilhexanamina, da classe S6.b de estimulantes.

Oque diz a  Nadadora:
A nadadora alega que recebeu de amostra grátis um suplemento energético e o testou antes de uma seletiva para o Mundial de Xangai, dia 22 de abril.
 Ela já tinha obtido índice no Pan-pacífico e teria utilizado a competição como treinamento, por isso não atentou para a composição do suplemento.
 A metilhexanamina é proibida em competições, mas tolerada em períodos de treino.

"Reconheço que por um descuido ingeri essa substância que não é permitida em competição, e que não tive a intenção de obter ganho de performance (e nem houve)", escreveu Fabíola. "Frente a essa situação que vivi, fico tranquila que nenhuma atleta tenha sido prejudicada, pois ninguém perdeu medalha ou vaga na seleção", completou.

Sem poder disputar o Mundial de Xangai, Fabíola mira a recuperação nos Jogos Mundiais Militares, no Rio de Janeiro, e no Pan de Guadalajara, que será disputado em outubro.

Além da vaga no Mundial, Fabíola perdeu o índice que já havia conquistado para os Jogos Olímpicos de Londres-2012.
"Amo a natação e vou continuar me dedicando, me esforçando e correndo atrás dos meus objetivos, acreditando que as dificuldades nos fortalecem e nos fazem crescer.
Tenho várias competições importantes pela frente, como os Jogos Mundiais Militares dia 17 de julho no Rio de Janeiro, o Troféu José Finkel, e os Jogos Pan-americanos", afirmou a nadadora.
Comentário: Respire fundo antes mergulhar,  esperamos para o bem da natação que não seja um mergulho muito profundo.

Um comentário:

Menina Azul disse...

Moro em São José dos Campos, terra natal de Fabíola, e aqui a notícia foi recebida com choque e tristeza.
Confesso que fiquei com uma pulguinha atrás da orelha, pois ela não é uma novata, e conhece bem o que deve ou não ingerir.
Espero que no fim udo se resolva, e que ela possa dar continuidade a sua carreira de sucesso.
Abraços [de uma nadadora bem amadora, mas amante das águas!]