quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Natação infantil





Desde cedo as crianças devem ser incentivadas a exercerem alguma atividade física. As vantagens de um esporte iniciado logo cedo são inúmeras. A natação é uma excelente dica ao público infantil.

Você quer saber alguns dos benefícios proporcionados pelas atividades físicas?
Então vamos lá: melhora a capacidade cardiorrespiratória, o tônus, a coordenação, o equilíbrio, a agilidade, a força, a velocidade, desenvolve habilidades psicomotoras como a lateralidade, as percepções tátil, auditiva e visual, as noções espacial, temporal e de ritmo, sociabilidade e autoconfiança.

Não podemos nos esquecer de um aspecto fundamental: a criança não deve ser obrigada a fazer aquilo que não gosta. Deixe que ela escolha a sua atividade física. Segundo a Academia Americana de Pediatria, 75% das crianças obrigadas a fazer esportes de que não gostam, até os 15 anos, param de praticar e ficam sedentárias.

A natação é o esporte que pode fazer parte da vida da criança logo nos primeiros meses. É praticada de forma lúdica e recreativa, sem compromisso com as técnicas, para uma adaptação ao meio líquido.

Esse esporte contribui para desenvolvimento do ser humano integral, nos aspectos cognitivo, emocional e social. Também é incontestável a eficácia e a eficiência da natação para a melhoria do aspecto físico e da postura essenciais para o desenvolvimento motor do bebê.

Na natação, a criança pode experimentar os movimentos novos que aprende sem traumas.
As crianças precisam da presença de um acompanhante nas aulas, alguém que a criança confie. Essa relação de confiança é de fundamental importância para o desenvolvimento afetivo do bebê. Além disso, as crianças aprendem com mais segurança, sem medo do desconhecido.

A importância da natação para a formação de sua personalidade e inteligência é algo que não se pode negar. Com os colegas na piscina, aprendem que cada um tem sua vez e todos são importantes.

Crianças iniciadas em um programa de adaptação ao meio líquido em idade pré-escolar têm um rendimento mais satisfatório em seu processo de alfabetização.

Não é de se espantar quando se fala que a natação é um esporte completo. Esse esporte também melhora a resistência do organismo e ajuda na prevenção e recuperação de doenças como asma, bronquite e problemas ortopédicos.

Quando o bebê estiver com febre, diarréia ou vômito, reações vacinais ou dores de ouvido não o leve para a aula de natação. Agasalhe sempre as crianças antes e depois das aulas.

Os pais não devem matricular seus bebês nas aulas de natação com o objetivo de formarem campeões, mas sim pela formação de um hábito que lhe renderão boa saúde para sempre. A medalha de campeão em saúde ninguém tirará de seu filho.

3 comentários:

Natação Infantil disse...

Estamos organizando o primeiro Congresso Brasileiro de Natação Infantil que vai acontecer de 7 a 9 de Novembro em São Paulo. Estarão presentes profissionais Brasileiros de destaque da área além da Mexicana Monica Anzueto. Para maiores informações acesse www.educacaofisica.com.br/wabc . Se quiser conhecer o mascote do congresso Pedrinho Nadador acesse http://br.youtube.com/watch?v=eC3yG9xZ8mg

Anônimo disse...

tem duas uma semana que matriculei meus filhos numa aula de natação e a resposta a que eu estava esperando é positiva, pois os dois estão se divertindo muito e para mim queria que mais pais tivesse essa oportunidade d colocarem seus filhos em algum esporte e que o governo envestisse mais não priorizando o futebol, face a comentario apredi muito com algumas parte, haja vista que não quero formar campões e sim pessoas melhores

Anônimo disse...

Meu filho tem 3 anos e começou na natação ...ele tinha muita dificuldade para respirar a noite quando dormia ..percebi que já teve melhora a noite ele já não ronca tanto e dorme melhor...
e nós nos divertimos bastante na agua...